Seguidores

já é a ultima hora

já é a ultima hora
prepara-te

As imagens, com crianças mortas e outras lutando pela vida, são chocantes

O número de crianças forçadas a abandonar a Síria chegou nesta sexta-feira a um milhão,
o que representa metade do total de refugiados do conflito sírio. Mais dois milhões de
jovens menores de idade continuam no país, a serem atacados ou recrutados como combatentes,
alertaram nesta sexta-feira a UNICEF e o Alto Comissariado da ONU para os Refugiados.

"Esta milionésima criança refugiada não é apenas mais um número”, declarou o director
executivo do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Anthony Lake.
"Trata-se de uma criança com nome e com rosto, que foi arrancada da sua casa,
talvez até de uma família, enfrentando horrores difíceis de imaginar", reforçou.

A imagem folheto lançado pela Shaam News Network da oposição síria mostra corpos de crianças
e adultos que colocam no chão, como rebeldes sírios afirmam que eles foram mortos em um ataque
com gás tóxico por forças pró-governo no leste Ghouta, nos arredores de Damasco, em 21 de agosto ,
2013. A alegação de armas químicas sendo utilizadas nas áreas densamente povoadas veio no segundo
dia de uma missão à Síria por inspectores da ONU. Ele foi prontamente negado pelas autoridades sírias.






SÃO SINAIS DA ULTIMA HORA





cristão nega a se converter ao hinduísmo e é decapitado


Um homem cristão de 35 anos foi morto na Índia por não aceitar se converter ao hinduísmo. Tapas Bin era casado com Jentuly e tinha um filho de 1 ano de idade.
Jentuly é da região tribal de Tripura Ocidental, seu pai, Gobinda Jamatiya, é hindu e por muitos anos tentou converter o genro a mudar de religião. Bin se recusava a negar o cristianismo e acabou sendo assassinado pelo próprio sogro.
O crime aconteceu com a ajuda de um curandeiro da tribo. Os dois homens planejaram o assassinato e raptaram Tapas Bin que morreu decapitado. Seu corpo foi deixado em um riacho da região.
Gobinda está foragido, mas o curandeiro de 42 anos foi capturado pela
polícia local e confessou o crime.
No depoimento prestado ele deu detalhes do homicídio dizendo que antes de praticar o ato, ele e o sogro da vítima fizeram uma oração.
A viúva teme por sua própria vida, já que seu pai nunca aceitou o casamento dela com um homem cristão,O curandeiro de 42 anos, foi prezo e confessou o crime. Ele prestou depoimento e disse detalhes aos policiais do ato violento, relatando que toda a ação foi planejada e que antes de executarem realizaram uma oração,Gobinda continua foragido,
A viúva, Jentuly, também teme por sua segurança, já que seu pai nunca aceitou seu casamento com Tapas, por ele ser cristão.
FONTE : GOSPELPRIME


jesus, jesus